quarta-feira, 17 de novembro de 2010


Avon traz ao Brasil especialistas em desenvolvimento de tecnologia de cuidados da pele.

0


logo_avon1

São Paulo - Incorporar os avanços em pesquisas médicas, os conhecimentos sobre o genoma humano no desenvolvimento de cosméticos, e identificar como as células se reconstituem quando são danificadas são algumas das principais tendências na pesquisa e desenvolvimento de produtos antiidade para os próximos anos, apresentadas em São Paulo durante um painel promovido pela Avon para dermatologistas e jornalistas especializados em beleza e saúde.

Entre os participantes do painel estavam a vice-presidente de Grupo e diretora Cientista chefe, Xiaochun Luo, o vice-presidente de Pesquisa e Desenvolvimento da Avon Global, Robert Kalafsky, e a convidada especial Dra. Cheryl Karcher, dermatologista e especialista internacional em medicina estética. Durante a apresentação das três principais tendências da pesquisa em tecnologia de produtos antiidade, Dr. Kalafsky detalhou informações a respeito de produtos de tecnologia específica e testes clínicos destinados à obtenção de resultados semelhantes àqueles conseguidos em clínicas de estética.

Além disso, a customização de produtos e tecnologia foi pontuada como uma necessidade crescente para a oferta de produtos que atendam a necessidades específicas dos consumidores. Neste momento, os cientistas que trabalham nos laboratórios do Centro de Desenvolvimento da Avon em Suffern, Nova York, estão pesquisando produtos que serão lançados no mercado nos próximos 5 ou 10 anos. Estes programas destinam-se à identificação de sinais de envelhecimento da pele antes que sejam visíveis na superfície. Em sua busca por produtos mais eficientes, os cientistas estão mapeando os genes da pele. “Abaixo da superfície, a epiderme e a derme são camadas críticas que, com o tempo, são impactadas tanto pelo envelhecimento cronológico como pelo prematuro, e o tratamento correto pode melhorar seu aspecto, oferecendo maior sustentação e firmeza”, informou a Drª Xiaochun Luo.

Robert Kalafsky vem realizando pesquisas com o Renew desde 1990, e o primeiro produto contendo Ácido Glicólico, um AHA (alfa-hidroxiácido), foi comercializado em 1992. Desde o lançamento do Bioadvance, à base de Retinol, em 1986, ele já registrou mais de 22 patentes nos Estados Unidos e ainda há muitas outras pendentes em todo o mundo. “Tanto o Retinol quanto a Vitamina C, que foram base dos primeiros lançamentos antiidade em 1986 e 1987, são ainda hoje importantes para toda a indústria de cuidados da pele”, afirma. Kalafsky citou como exemplo das novas tendências o Renew Reversalist, que teve 5 anos de desenvolvimento, com mais de 2,5 mil testes conduzidos. Ele disse: “entre as pesquisas que estamos desenvolvendo atualmente em nosso centro de pesquisas e desenvolvimento em Suffern, NY, está a busca por produtos customizados para necessidades específicas de cada indivíduo, porque cada pessoa tem uma herança genética e uma história de vida, se expõe mais ou menos ao sol, e isso influencia nos danos causados à pele."

Para a Dra. Cheryl Karcher, mulheres têm uma necessidade cada vez maior de tratamentos que não sejam dolorosos e que não necessitem agulhas. Além disso, as mulheres hoje são muito ocupadas e procuram alternar entre tratamentos profissionais e o uso de produtos tópicos. Outro motivo que tem levado a uma maior procura pelos cosméticos antiidade é a crise econômica, pois é possível obter-se bons resultados com esse tipo de tratamento quando seus custos são comparados aos de um procedimento com profissional. “É bom para a mulher quando é dada a ela a alternativa de alcançar o mesmo resultado sem preocupar-se com a exposição ao sol, sem se ausentar do trabalho e ainda evitando a dor, esclarecidas as diferenças entre os tratamentos”, afirmou a especialista.

O Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Avon está localizado em Suffern, na região metropolitana de Nova York. O complexo de 225 mil m2 abriga mais de 300 cientistas e pesquisadores das áreas de toxicologia, microbiologia, pesquisa clínica, biologia molecular, bioquímica, engenharia, física, ciência da computação, perfumistas e de outras áreas. Todos esses profissionais trabalham em parceria com os maiores centros universitários do mundo, com cientistas e dermatologistas em suas especialidades e também com mais de 20 indústrias dos seis continentes.

Avon - Presente no mundo há 124 anos, a Avon é a líder global em venda direta. A Avon atua em mais de 100 países e conta com 6,2 milhões de revendedoras (es) autônomos (es). No Brasil há 52 anos, com mais de 1,1 milhão de revendedoras (es) autônomas (os)m eles interagem com milhões de brasileiros a cada 19 dias. A Avon Brasil possui uma fábrica na cidade de São Paulo e três Centros de Distribuição nos Estados de São Paulo, Ceará e Bahia. A empresa lançou no país em 2007 o Fundo Viva o Amanhã [www.vivaoamanha.com.br] e mantém há seis anos o Instituto Avon [www.institutoavon.org.br]. [www.br.avon.com].

Fonte: Portal Fator Brasil

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

wibiya widget

Confira meu NOVO Folheto Virtual!